O que dizer diante de ti Senhore dos meus irmâos?

Ir Zena Manuel Uahuva. cscj

Deixa a tua terra, tua familia e a casa de teu pai e vai para a terra que eu te mostrar. Gn 12,1-6.

Com estas palavras dirigidas a Abraão quando ainda na sua terra Harã para onde o Senhor lhe indicara, quero dar graças a Deus pelas maravilhas que o Ele mesmo operou na minha vida como chamada, para uma missão especial nestas terras de Kenya.

O Senhor caminhou comigo em todo momento da minha vida, porque me chamou e se me chamou é porque me ama, e é mesmo por causa do Seu amor que me  concedeu  este especial momento de minha vida e do meu livro na historia, assim como para a Congregação das Irmãs Carmelitas do Sagrado Coração de Jesus. Sinto me feliz, esposa de Cristo, nada me falta porque so Ele basta na minha vida, o soriso que me dá cada manhã, a pergunta que me faz  ao entrar na capela “Ja vieste?” nada temo, pois estou convencida, totalmente convencida que Ele esta comigo, não me abandona, me acompanha em todo momento, me diz o que fazer, como fazer, o que dizer e como dizer, como actuar e o que manter em silêncio.

Sinto que a capacidade de deixar a minha terra, familia, costumes, gostos, limgua, se faz cada vez mais presente em minha vida como uma convidada ao Senhor para participar no seu banquete, fazer parte da Sua familia como aqueles que estando ao Seu redor disse: Quem é minha mãe, meus irmãos? São aqueles que fazem a vontade do meu Pai que esta no céu, (Mc 3:31-35).

Deus não nos dá o que não podemos carregar dentro de uma distãncia de  10 kilometros, mas sim, o que Ele vê em ti e detecta  que mesmo passando por vales tenebrosos que parecem puxando-te para atráz em vez para afrente;  rios que parecem bloquear o caminho para impedir a passagem; pedras que parecem incalcáveis pela dor que se faz sentir ao passar sobre  elas, irás ultrapassar; portanto mesmo que o caminho parece dificil de se passar, é totalmente o Certo, que nos permitirá chegar à fonte tomar o mel, econtrar-nos com o Rei a quem procuramos para nos dar a saborear os manjares suculentos “Cristo Senhor”.

Em  Kenya, em Moçambique, Espanha, Portugal, Cuba, Venezuela, St Domingo, procurando  tranformar  o dificil em voz de Deus que está clamando. Não há que temer, porque Cristo é a nossa arma na Eucaristia e na oração, na Sua Palavra que nos conforta e nos anima cada dia a empreender o caminho. “Ni Yesu, mkwaha konthikilelihia” macua (sorrisos) que quer dizer (Com Jesus não se interrompe a viagem), porque  nos sentimos seguras, acompanhadas, emcorajadas, inspiradas, incansáveis, indismoralizáveis, fortes, preparadas para … Seja como for…, seja onde for… e quando for, porque o amado está ao lado, sentes amada por Ele, e que estás totalmente mergulhada neste amor reciproco que cada dia te enamoras, sentindo a necessidade de perder tempo só com Ele.  “ Me entrego a El; me abandono en El; estoy tranquila, pues bien sé quién es Aquel  a quién me confío” (M. Assunnção ). Palavras de vida, palavras de paz interior, palavras de uma fé profunda, obrigada Mãe Assunção.

Vejo tudo maravilha, porque o Senhor assim permitiu, para que eu podesse experimentar o que Ele disse no Evangelho: “quem deixa sua familia por mim encontrará!”. (Mt 19,29) E realmente encontrei papa, mama, irmãos, irmãs, tios, primos que Deus foi colacando no caminho.

Permitam-me dar o meu sincero agradecimento a Deus e a vós todos por tudo o que fostes e o que sois por mim.

Agradeço a Deus da criação, Deus da vida, Deus do amor pelo dom da vida que me concedeu.

Agradeço LHE pelo dom dos meus pais que me trouxeram ao mundo, me cuidaram, me educaram e me mostraram o caminho de Jesus. Muito obrigada meu tesouro Deus vos acompanhe, vos protege e vos abençoe abundantemente.

Agradeço LHE pelo dom da minha vida religiosa como Carmelita do Sagrado Coração de Jesus.

Agradeço LHE por tantas pessoas que colocou na minha vida para caminharem comigo ajudando e apoiando me de diferentes maneiras, Deus lhes abençoe onde quer que estejam.

Agradeço de uma maneira muito especial ao padre  Julius Gichure Mwangi  Missionário da Consolata actualmente exercendo sua missão como reitor no seminário teológico da Consolata em Karen, por ter aceite celebrar esta eucaistia de acção de graças pelos 93 aniversáario da fundação da nossa congregaçã e dos meus VOTOS PERPÉTUOS, “asante sana” muito obrigada Padre, que Deus lhe abençoe abundantemente.

Agradeço a todos os padres concelebrantes da missa vindos de  diferentes congregações, missões, paróquias por terem sacrificado o seu tempo e vir testemunhar e alegrar-se comigo nesse dia. Muito obrigada a todos que Deus Lhe abençoe.

Agradeço de uma maneira especial ao padre Stan, pároco da Igreja Saint Anne de Kibiko e sua comunidade por ter nos cedido este espaço, muito obrigada padre, Deus lhes guie em todo momento das suas vidas.

De uma maneira admirável agradeço  `a minha  Congregação  Irmãs CSCJ representada pela Superiora Geral Ir Maria do Rosario Gonzalez, Ir Margaret Kaula Conselheira zona Africa, todo o Conselho Geral por ter me aceite como um novo membro para formar parte da familia, todas as irmãs que fizeram parte da minha formação, desde a etapa de vocacionada o primeiro calor que recebi, e que havia me feito sentir-me em casa até o juniorado e hoje, muito obrigada avós todas e algumas ja gozando da eterna glória com o Pai, vos tenho no coração e vos amo, Deus vos abençoe abundantemente  onde quer que estejais. `A todas e todas vai o meu sincero agradecimento.

Às irmãs Argimira Anton e Candela Alvarez aquem partilho a experiência da comunidade, por terem me apoiado nos momentos das dificuldades, Muchas gracias que Deus les bendiga. Às nossas queridas aspirantes: Elizabeth, Anastacia e Rosemary pela vossa dedicação, Deus vos guie e vos guarde.

O meu sincero agradecimento a todos os religiosos consagrados/as por terem deixado as suas actividades para vir presenciar a cerimonia, louvando a Deus comigo naquele dia. Muito obrigada, que Deus lhes guie e lhes acompanhe nas suas missões. E de uma maneira especial agradeço aos missionarios padres e irmãs   Servidores da Palavra que dedicaram-se muito na preparação deste evento com todo amor e carinho, que Deus faça chover sobre eles todas as bençãos.

O meu agracecimento sincero dirige-se ao papá Ignatius Odiambo e mamã Margaret Kamanda  por terem aceitado me receber como sua própria filha apresentando me ao altar do Senhor, muito obrigada pai e mãe em representação dos meus pais em Moçammbique Deus lhe abençoe abundantemente.

Pelo conselho paroquial que esteve envolvido na organização deste evento, pelas mamãs do CWA  e a todas da paróquia pela sua generosidade, o seu amor, em favorecer tudo para que nos sentissemos a vontade, muito obrigada às mamãs, Deus lhes abençoe e suas familias.  pelo grupo coral que uniu suas angelicas vozes comigo para louvar o Senhor. Muito obrigada, Deus lhes acompanhe sempre.

Por todos que se dedicaram em providenciar os livrinhos da cerimonia e cantos, os salmistas, o grupo das dançarinas PMC, muito obrigada Deus lhe abençoe.

De uma maneira muito, muito, muito especial agradeço a Comunidade Moçambicana em Kenya, o embaixador e toda comitiva, religiosos/as e leigos  pelo seu amor, união para comigo, sua preocupação e a familiaridade que demonstraram para comigo,  Deus  lhes acumule de todas as graças que mais necessitem.

Aos cristãos de Naregia Enkare  por terem empreendido uma longa viagem para vir alegra-se comigo, pela sua presence significativa, e por terem mostrado o seu amor, Deus os guarde na fé.

Por todas visitas presentes representadas aqui, vindas de diferentes partes de Kenya e o governo representando pelo chefe distrital,  muito obrigada pelo seu aporte e presença.

Muito obrigada pelas vossas orações e encorajamento, continuem rezar por mim, pois não é o final de uma fase, mas sim o principio de uma nova caminhada.

Quero encorajar às minhas irmãs que vem detrás de mim, que se encontram em diferentes etapas à continuarem a escutar a voz do Senhor com confiança a Ele que nos chamou das nossas aldeias e pequenas familias com nossas fraquezas e na nossa condição de pecadoras para nos fortificar, para fazer-nos o Seu uso. Que  permitamos a Ele usar a nossa boca, as nossas mãos, os nossos pés, a nossa mente  o nosso coração, nossos ouvidos para escutar os seus passos e continuar a empreender a viagem com Ele, porque segura estamos que nos ajuda e nos alivia se anossa carga é pesada ao longo do caminho. Essa  capacidade só poderemos alcançar no encontro profundo com Ele dia-a-dia, portanto coragem,  força, ánimo, muita oração, que o Senhor nos ama e afrente é o caminho queridas, vos prometo a minha pobre oração.

MUCHAS GRACIAS, MUITO OBRIGADA, KOXUKHURU VANJENE, NIWEGA MNO, ASANTENI SANA, NA MUNGU AWABARIKI (DEUS VOS ABENÇOE)

Deja un comentario